domingo, 31 de maio de 2015

# Balanço do mês de Maio e outras mixóridas #


O meu Orgulho e respeito por este Homem é enorme.
Provavelmente 80% ou mais dos meus seguidores não sabem quem é, mas eu explico.
De seu nome Alberto Contador, Homem para os seus 32 anos e magricela.
Um Homem à muito conhecido como o "Pistolero!".
Um Homem que quando ataca é de se lhe tirar o chapéu.
Homem este que a sua retirada do activo está para breve.
Alberto Contador hoje ergueu orgulhosamente a taça do Giro D'italia!!
Espanhol é verdade, mas um Ciclista de mão cheia!
Esta foto tocou-me, não só por o ver em lágrimas, mas por ter visto as 3 semanas de luta pelo 1º lugar.
Teve azar, e a sorte não foi amiga dele, mas ele persistiu e foi Brilhante.

*********************************************************************************

Balanços de Maio


É com grande orgulho também que mostro este pequeno quadro.
É com grande orgulho que pela primeira vez ultrapasso os 100Km acumulados mensais.
Nunca antes tinha feito.
E fiz, este mês... no mês de Maio.
Espero continuar neste bom caminho e a aumentar a parada... sim porque isto é um vicio!!! :D

*********************************************************************************

Treino pela Serra com amigos

Foi no Sábado, e já começa a ser um acontecimento obrigatório, que 4 amigos rumaram até ao Marco Geodésico.

Ana Pereira (mais conhecida como Maria sem frio nem casa), Marco, Ricardo e piolha
A partida foi dada pouco depois das 8h, e os 4 lá rumámos até à serra.

Em amena converseta, mas também com o objectivo de chegar bem lá fomos.

O primeiro ponto de "abastecimento" foi no moinho abandonado e em ruínas....

Momento registado com uma selfie :)
Um pouco antes de chegarmos ao moinho, vimos uma cobra....
Mas enganem-se aqueles que foi uma cobrita....
Não, caros amigos, nós só lhe vimos o rabo e posso garantir que era da grossura do nosso braço!!
Ahhh pois!!!
Imagine-se o resto :O

Sorte nossa, que a bicha teve medo de nós...
Valeu um belo de um arrepio!!! :)

E toca a subir rumo ao marco....

Escusado será dizer que fui sempre a empatas... na cauda do "pelotão" eheheh
Sou lenta e sem músculo na barriga da perna ehehehhe !!!

Mas lá chegámos ao cimo!!
É sempre bom chegarmos ao topo... sabe sempre bem....
Uma breve paragem... uma breve contemplação da paisagem, e siga para descer..

E como a descer todos os santos ajudam foi sempre a abrir...

Piolha com a Ana

Piolha com o Marco
E passada 1h51min  e 11Km depois estávamos de volta ao ponto de partida.
Eu e o Marco descobrimos que somos preguiçosos e que sozinhos paramos muito, pois conseguimos retirar 24minutos ao tempo da última ida ao Marco... Ahhhh pois.... Nós conseguimos!!

E venham mais treinos destes com bons amigos que é o que se quer :D

Beijinhos e Abraços
Sejam Felizes

segunda-feira, 25 de maio de 2015

# Fim de semana cheio #

Cheio de alegria, lutas e motivações.

Tudo começou às 7h da manhã de sábado.
Não disse a ninguém mas tinha planeado um treino top. O meu primeiro treino "alone" de mais de 15Km.
O objectivo era conseguir chegar aos 20Km's, mas se chegasse aos 15Km já não era mau, tendo em conta que iria eu e os meus botões apenas.
E assim foi, 7h apanhei boleia do pai que ia trabalhar, ele deixou-me junto à estação de Vila Franca de Xira e o objectivo era fazer VFX - Alhandra(4Km) - VFX(8Km) - Alhandra (12Km) - Casa (18Km).... mas assim que coloquei o corpo em movimento percebi que "hoje" não era o dia...
O corpo não queria corresponder, sentia o corpo cansado, as pernas pesadas, e estava-me a custar mesmo progredir na corrida.
Optei por ir num ritmo confortável até Alhandra e no ponto de retorno iria decidir, ou fazia o plano planeado, ou seguiria até casa.
E assim que cheguei a Alhandra percebi que se fizesse aquilo que tinha planeado não iria correr bem. Sendo assim segui até casa fazendo um total de 8Km em 1h.

Parque Municipal Constantino Palha - VFX
Cheguei a casa cansada, mas a sentir-me derrotada.
Não correu como planeado, fiquei chateada, mas tudo bem pelo menos foram 8Km.

*Alerta!!!!!
Caro Carlos Cardoso, mais conhecido como PapaKilometros, a continuação da tua leitura a partir daqui é da tua inteira responsabilidade!!!! Eu avisei!!!!*

De tarde, houve dose dupla.
Descobri um ginásio fantástico. Gastei apenas 3euros, e foram 3 horas de exercício puro e duro.
Ele era agachamentos, ele era sauna, ele era força de braços.....
Houve também tempo para treinar as cordas vocais....
Não estão a perceber?!

video
Já deu para perceber?!

Não?!

video

Especial atenção ao min 2:44 deste vídeo :)

Bom foram 4 golos e um anulado, e mais algumas simulações.. portanto agachamentos foram imensos, a loucura esteve ao rubro para festejar com o meu Benfica!!!
Foi um valente treino!! :)

Entretanto foi chegar a casa e preparar tudo para o dia seguinte e deitar pois havia um acontecimento importante na manhã de Domingo.

Pois é, como em todos os anos mãe e filha foram marcar presença à Corrida da Mulher 2015.
O objectivo é o mesmo de sempre, a nossa medalha irá para a nossa guerreira que lutou e venceu a luta contra um cancro de mama.

Mãe e filha prontas para o tiro de partida :)
O evento como sempre tem como participação o cantor Toy, e esta é a parte que mete choque ahah
Eu pessoalmente nunca simpatizei com o Senhor, ele até pode ser uma excelente pessoa, e não é por cantar musicas tipicamente portuguesas que lhe tenho uma aversão, não consigo explicar. Há pessoas que não nos entram no "goto" e este Senhor é um deles. Só de lhe ouvir a voz, enfim... Mas tudo na vida se aguenta e isto são apenas 5min por ano eheheh

video


O senhor lá veio e lá fez as delicias das demais fãs..... e finalmente se ouve o tiro de partida.
(Eu sempre digo e volto a repetir, o Quim Barreiro ali é que era!!!!!) :)

Lá seguimos, mãe e filha rumo aos 5Km's. E aqui houve uma surpresa.
A mãe desde inicio marcou uma passada bem acelerada, e eis senão quando começa a correr... devagar é certo, mas lá ia ela... e foi assim que ao longo dos 5Km's fomos felizes.


Lá vêm elas :) 
 Um dia um amigo ao ver uma das Maratonas internacionais, virou-se para mim e disse "Oh Marta, elas respiram pelo rabo!!!!", e eu começo a desconfiar que ele tem toda a razão!!!! eheheheheh

E o fim da cauda não se viu durante muito tempo!! Magnifico!
Esta caminhada é engraçada, gosto de a fazer, primeiro pelo significado que ela tem, e pelo objectivo e segundo pelo ambiente envolvente. É um ambiente de festa, tentem imaginar 15mil mulheres juntas? Exacto é uma loucura!

Passado 1h certas passámos a meta, chegámos ao nosso objectivo.




No final tivemos direito a um gelado Olá e à nossa medalha.
Ahhhh e ainda a uma banana da Madeira!! eheheh

Quando íamos ter com o pai vimos que havia um mural com os nomes de todas as participantes, e fomos desde logo procurar o nosso nome :)

E assim foi a nossa manhã, e durante esta semana iremos dar a medalha a quem ela verdadeiramente pertence!

:)

Foi um fim de semana em cheio e cheio de alegria!

E o vosso como foi!?

Beijinhos e Abraços
Sejam FELIZES!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

# Uma valente lição de sobrevivência #

Quantas e quantas vezes damos o certo por garantido?! Quantas e quantas vezes saímos para treinar sem telemóvel e sem o mínimo de auto-suficiência!? Quantas e quantas vezes participamos em trail's ou provas de estrada e vamos com os abastecimentos por garantidos?!
Quantas e quantas vezes dizemos "não vale a pena levar mel, ou nozes, ou uma barra, vou só ali dar uma voltinha e já volto?"....
Pois é, mas sempre que isto acontece nunca sabemos a forma como iremos terminar o treino.
Nunca podemos prever aquilo que poderá acontecer.
Nunca devemos achar que vamos só ali dar uma voltinha pois essa voltinha pode não ter um desfecho agradável.

Foi o caso da Susan O'Brien de 29 que foi participar numa prova de Trail, XTERRA Wellington Trail Running Series, prova esta na Nova Zelândia.
Ela partiu por volta das 9h locais e o normal seria ter chegado por volta das 11:30h, o que não se verificou.
A Susan seguiu por um caminho errado, e ao se aperceber desse facto tentou imediatamente fazer o caminho de volta o que fez com que se perde-se ainda mais.
Ao se aperceber que não iria conseguir dar com o caminho correcto, começou desde logo a tratar da sua sobrevivência pois a noite estava próxima.
Susan escavou um buraco no chão, enfiou-se dentro do mesmo e tapou-se com vegetação.
Para ultrapassar a falta de energia, Susan como ainda estava a amamentar a sua filha de 8 meses decidiu beber o seu próprio leite. Foi a decisão mais correcta, pois o leite materno é uma óptima fonte de energia e proteína.

Quanto à organização assim que todos os atletas haviam chegado à excepção de Susan, começou logo os trabalho de busca, quer por parte de equipas especializadas, quer por parte de outros atletas que conheciam a área.


Passada a noite, Susan começou de novo a caminhar e felizmente foi encontrada pelas equipas de busca :)


Ao chegar junto da sua pequenina pérola o seu primeiro instinto de mãe foi amamentar a sua pequenina que estava cheia de fome :)


Foi uma história que felizmente acabou em bem :)





Aqui está relatada a importância de andarmos sempre prevenidos, por mais curto que seja o Trail ou treino é sempre importante termos auto-suficiência para pelo menos podermos pedir socorro.

sábado, 16 de maio de 2015

# Treino de amigos pela serra #

Algures durante a semana...

"Olá Marco, olha bora no Sábado até ao Marco Geodésico e voltamos?!"
"Bora, fica combinado, mas vamos cedo vai estar calor, 8h30?!"
"Lá estarei!"

Sábado - 8H32min


Cheguei 2min atrasada ... já lá estava o Marco à minha espera...
Ligamos os relógios, tiramos a selfie da praxe, e pomos alguma conversa em dia.
Hoje é sem converseta!!! BORA!!!

E lá seguimos rumo ao marco geodésico.

Estava fresco, mas dado que eu já vinha a correr desde casa, já estava com algum calor. A minha casa fica a mais ou menos 2Km do ponto de encontro e quando lá cheguei já ia a suar. Avizinhava-se um dia lindo, mas quentinho. 

Seguimos calmamente, e no inicio sem grandes paragens, uma vez que o percurso não é muito a subir. 

Passado 1,5km aí sim a coisa começa a ficar engraçada.

Passamos por dentro de um túnel e depois é subir um percurso engraçado.



Aqui começo a dizer mal à minha vida, pois a vegetação está bem alta e eu fui de calção sem meias de compressão, que neste caso ajuda imenso. 
Tentei ignorar as picadelas e as arranhadelas e segui. 


Marta salta para ficar uma foto engraçada... Ok não consigo.. ahahhhaah
Tirei umas 6\7 fotos e nenhuma deu certo.. aqui... :D

Quanto ao percurso, nós sabíamos mais ou menos o caminho, mas em certas zonas tínhamos algumas duvidas. Em certos locais valeram-nos as fitas deixadas pelo percurso do treino dos Alverca Urban Runners :)

Desta vez nunca nos enganámos e rápidamente chegamos ao primeiro "ponto", o moinho em ruínas :)



Tirada a foto da praxe toca a seguir caminho até ao marco geodésico.

Por volta dos 3.5Km começamos a subir e é do demo ehehe ainda para mais com o calor que já se fazia sentir .... 

A boa disposição esteve presente desde o inicio!! :)



E aos 5.5Km lá chegamos ao nosso objectivo!!!! :)



Depois do registo fotográfico, foi hora de voltar, mas como o caminho não é o mesmo e já não havia fitas, fomos à descoberta.. mas nunca nos perdemos e demos sempre com o sitio certo ehehe

Até fomos a Marte

Consigo ou não consigo?! hein?! eheheh (esta foi a 23º tentativa) ihihi
Até houve um pequeno registo filmado do momento

video

Ao fim de 11Km chegámos ao ponto de partida e sãos e salvos, um pouco cansados, e cheios de calor mas muito felizes por termos saído da cama e aproveitar o que a natureza tem de melhor :)

A refrescar :)


O gamirn anda-me a irritar, agora não mostra o mapa :\


Agora, para a próxima amigos eu vou levar as meias.......... pois esta semana de calor estarei privada de usar saias.. reparem....

E viva ás silvas :))

segunda-feira, 11 de maio de 2015

# Gnr Trail Mafra Um verdadeiro sucesso #

Já havia dito no post anterior que tinha gostado bastante deste Trail Solidário.
Surpreendeu-me imenso, e julgo que não fui só eu que fiquei assim, pois foi tudo tão fantástico que é difícil de acreditar.
Por isso aqui vai a crónica na íntegra :)

7:50h a família Feio sai de casa rumo a Mafra. Iriamos os 3 participar neste evento solidário, a mãe iria fazer a caminhada (mal sabia eu quando fiz a inscrição, naquilo em que a meti, mas ela saiu-se muito bem!!! Merecia também ela uma crónica eheheeh Andou por trilhos iguais aos do trail e nunca parou, é uma mãe SUPER!! Grande orgulho ) e eu e o pai iríamos ao trail anunciado de 17Km.

Sensivelmente pelas 8:52h estávamos junto ao Convento de Mafra mas ainda foi difícil arranjar lugar para deixar o carro. Tarefa efectuada, estava na hora de ir para a fila gigantesca para entregar os bens essenciais e efectuar check in.
Logo aqui fomos surpreendidos com t-shirt alusiva ao evento, algo pelo qual não contávamos, e recebemos uma fita verde para o trail e cor de rosa para a caminhada.
Era quase 9:10h e fomos levar a mãe aos autocarros que a levariam ao ponto de partida da caminhada, pois esta seria efectuada bem no centro da tapada de Mafra.

Ficámos os dois, pai e filha em pleno Convento a aguardar a partida. O ambiente era de festa, aquecimento, e converseta :) Achei por bem antes da partida ir a um café fazer um xixizinho para aliviar e não ter essa preocupação a meio do caminho :)

9:30h é dado um pequeno briefing e a partida dada com o lançamento de uma pomba branca, em símbolo de paz, e de seguida também os pombos. Hora de partir e lá fomos!

Já fiz alguns trail's e mesmo que poucos nunca tinha visto tanta gente numa partida de Trail! Fiquei impressionada com a adesão das pessoas a este evento solidário!
E aqui, este factor foi indicativo para mais à frente termos trânsito :)
No inicio é normal termos as filas de trânsito em certos pontos, e isso registou-se logo por volta dos 500metros. Uma pequena paragem de uns 4minutos, mas a malta estava divertida. Facilmente escuou e lá seguimos. Íamos sempre muitos juntos, até houve quem rezasse o pai nosso!!! :)

No inicio tive alguma dificuldade em controlar a respiração, estava bastante ofegante e não estava a dar conta do recado, julgo que o que dificultou foi o calor que já se fazia sentir e o tempo seco. Mas por volta dos 2Km já me sentia bem solta e consegui não ir buscar o pulmão lá atrás :)

O pai esse sempre a marcar o ritmo ligeiramente à minha frente :)

O inicio deste trail foi ligeiramente a subir, e por volta dos 4Km mais ou menos tivemos uma valente descida. Um pouco perigosa também porque depois dessa descida a pique havia um precipício, e por precaução a organização colocou ali uns 5\6 bombeiros a fazer barreira e para que ninguém tivesse a vontade de ir em frente por ali abaixo :)

Bom se tínhamos descido deveria haver uma subida algures.... digo eu....

Entramos numa zona linda, que me fez lembrar o piodão, do lado esquerdo estava um riacho e havia uma ponte bem bonita em pedra, que a passámos, e assim que passámos meu pai diz "olha que linda subida!", olho em frente e vejo a bela da parede... não muito longa mas valentona eheheh

Vamos lá enfrentar a bicha... a meio da subida estava um rapaz bem novinho, devia ter uns 11\12 anos, que estava bastante cansado e em jeito de desabafo diz assim "Perdi o meu fôlego!" :) coitadinho :) Digo força! e ele diz "já vou eu já vou!" eheheh

Seguimos caminho e aqui mais à frente havia o abastecimento. Que maravilha de abastecimento só vos digo.
Ele era bananas, laranjas, maçãs, água!!!
Muito muito bom!

Aqui pegamos cada um numa metade de laranja e numa metade de banana, e seguimos caminho.
Estava um calor absurdo e refrescar como hidratar era essencial, o abastecimento foi também por esse motivo.

Um pouco mais à frente olhamos para a direita e vemos mais uma subida.... mas esta amigos, era provavelmente o dobro da primeira e um pouco mais inclinada, julgo eu. O segredo nestas subidas!? É olhar para o chão e nunca para cima!!!!
eheheh

Ao fim desta subida valente o pai acusa algum cansaço... mas levei para o normal pois estava a ser tudo menos fácil este trail.
Seguimos um pouco a andar pois tinha sido bem dura esta subida e depois como era plano aproveitámos para correr um pouco. Começamos a ver ao longe um posto de vigia e é para lá mesmo que iríamos.

Passado o posto de vigia era a descer e sempre pelo meio de fetos do nosso tamanho... o que foi muito giro :)

Ao fim de descer-mos um bom bocado e de eu  simular uma queda, encontramos um amigo dos Alverca Urban Runners o Nuno, e seguimos com ele.

Aqui apanhamos mais umas descidas valentes, umas partes em que tivemos mesmo que saltar de uma altura considerável :)

E eis que ele aparece.... aquele que eu dizia "O quê?! rio?! Não vai haver!"
Ah pois não!
ahahahah

Lá estava ele bem na minha frente.
O caminho original era mesmo chafurdar pelo rio claro... mas a mariquice leva as pessoas a percursos alternativos.
O meu pai viu um rapaz a ir pelas pedras altas e seguiu caminho sem se molhar. À minha frente haviam duas moças que uma o meu pai quis dar ajuda ela recusou e cai de cu no meio das pedras, bom não se aleijou a sério não sei como. Só vi a cara do meu pai a ficar branca com a queda da moça. Ao ver aquilo recusei ir por ali.

Eu quero lá saber!!! É para chafurdar, vamos lá!!! :)
E pumba piolha dentro de água!!! Águinha castanha pelo rabinho e que fresquinha que ela estava.... ahhhhh qui bom!!!! :)

Aqui está ele o charco... (foto retirada do facebook)
Isto seca que se lixe!!! :)

E lá fomos nós seguindo caminho.
E eu ia chlack chlack chlack :)

Íamos na conversa com o Nuno e começo a ver o meu pai a correr com um braço estranho, mas não digo nada. Já íamos com 10Km era cansaço.

Aqui deixamos o Nuno um pouco para trás mas eis que oiço pahhhhhhhh uma queda em seco e um "aiii", hum aquele ai é me familiar.
Páro, olho para trás e vejo o Nuno sentado no chão agarrado ao pé.
Digo ao pai e voltamos para trás ao seu encontro.
Tinha torcido o pé.
Iria a andar mais calmo e ele disse para seguirmos.

Com a certeza que ficaria bem seguimos caminho.
Um pouco nas calmas.

E eis que mais à frente o Nuno chega ao pé de nós a correr como se nada se tivesse passado com ele :)

O percurso começa a subir ligeiramente e o meu pai pára de correr de repente, diz "vamos só um bocadinho a andar!" Claro, mas estás bem?! "Estou um pouco sem forças e cansado", tudo bem vamos a andar um pouco.

Mas ele tinha um ar estranho, o pai não estava bem.

O Nuno segue caminho e eu sigo com o pai calmamente a subir.
O sol estava forte, era 12h, não havia sombras e a subida nunca mais acabava.

O meu pai não parava de ficar cansado, mesmo a andar bem devagar o cansaço permanecia.
Estranho, não era normal, normalmente quando andamos um pouco estabilizamos aquele ofegar.
Mas ele não. Sabia que ele não estava bem. Ia preocupada.
Ele começa a dizer que acha que a tensão está demasiado baixa, tomou o comprimido para a tensão de manhã e com o calor deve ter baixo demais.

Sabia que ainda iria haver mais um abastecimento e se lá houvesse ambulância levaria ele a medir a tensão.

Esta subida em estradão e com o sol bem quente durou 2.5Km! Não sei como ele aguentou!

Eu ia sempre de olho nele, sempre a tentar falar com ele.
Sentia que ele se arrastava e a respiração dele, estava cada vez mais ofegante.

"Vamos parar um pouco naquela sombra pai!", e ele diz que não, se parar é capaz de desmaiar.
Quer seguir, mas eu sinto-me cada vez mais assustada.
Só pensava que o abastecimento nunca mais chegava.
Parece que ali naquele curva já começa a diminuir a subida.
Não, não começa.
E este pensamento ocorreu umas 3x.
Estava a ver que nunca mais parávamos de subir.

Só penso que se lhe acontece alguma coisa, nunca me vou perdoar.

Avistamos uns miúdos que estão a dar águas.
Boa, vamos parar aqui um pouco à sombra e refrescas-te.
E parámos, parámos um minuto e ele sente-se a desmaiar!
"Eu não posso parar!"
Os miúdos dizem que ali à frente está o abastecimento!
AHHHHHHHHHHH finalmente!!!
E uma ambulância!!!
BOA!!!

"Bom dia, é possível o meu pai medir a tensão?!"
"Claro que sim, entre e sente-se que vou tratar de si!"

Mediram lhe a tensão....

"A tensão dele sem comprimidos, normal costuma ser quanto?!"
E eu digo "18/20!"
O bombeiro fica chocado a olhar para mim e diz "está a 9-6"
Uiiiiiii ficamos já aqui pai! Tomei a decisão ali na hora, não iria correr o risco de continuar!

O bombeiro diz para ele se deitar na maca e coloca-lhe as pernas para cima.
Ficou ali um pouco.
A tensão não havia meio de subir.

O bombeiro diz que é por causa do comprimido, como ele tem o efeito de baixar, agora não deixa subir.

Ele diz que se sente melhor ao fim de uns 10min.
Diz-me para seguir sozinha.
"O quê?! Achas?! Nem pensar!!!! Fico aqui contigo! Que se lixe a prova!"

Agora pensava, aviso ou não a mãe.
Grande dilema. Sabia que ia demorar a irmos para a zona da meta.
Sabia que ela mais um tempo iria ficar preocupada.
Mas também sabia que ela iria ficar em pânico por mais que eu dissesse e gritasse ao telefone que "Ele está bem!!! Não te preocupes!!!". E foi o que aconteceu.
Mas eu tinha que a avisar!

E neste caso, quero agradecer do fundo do coração aos Alverca Urban Runners que deram um carinho à minha mãe quando a viram aflita :) O meu MUITO OBRIGADO!

Passado uns 15min o meu pai já se encontrava fino e já queria ir a andar até à meta. Nem pensar. Vamos esperar por alguém que nos leve, não vamos arriscar, e eu não sabia como era o resto do percurso.

Sabia que não faltava muito, pois o abastecimento estava no Km14.3 mas achei melhor não arriscar.

O pessoal do abastecimento, bem como os bombeiros foram incansáveis. Sempre a perguntar se ele já estava bem, se precisava de alguma coisa. Fantásticos.

Ao fim de uma meia hora, chegou o senhor que recolheu o relógio da prova no abastecimento, e o GNR pediu se ele fazia a gentileza de nos levar para a zona de meta, o senhor prontificou-se logo e lá fomos.

Ao chegar à zona de meta procuramos a mãe que assim que nos viu começou a chorar :)

E demos um abraço em família ali em pleno Convento de Mafra!

E foi assim a nossa aventura domingueira!! :)

Beijos e abraços
Sejam felizes :)

(Não existem fotos pois eu não tirei nem uma ahhahahah um valente lapso que prometo não voltará a acontecer )

# Fazer muito com pouco #

Foi isso que a Organização do GNR Trail Mafra fez.
Tiro o chapéu e faço uma vénia a esta grande organização, que proporcionou a todos os participantes uma manhã excelente e cheia de aventura.
Tudo correu bem.
E quando digo tudo, foi mesmo tudo.
Por razões que depois irei explicar na habitual crónica da prova, posso dizer que foi tudo perfeito desde os abastecimentos, à assistência.
( Fiquem descansados que correu tudo bem, apenas houve um pequeno susto que impediu a dupla Feio de continuar até ao fim no último abastecimento, ficando pelos 14.3Km )
Foi tudo magnifico, desde a recolha de bens, à partida que foi dada pela largada de uma Pomba linda, em símbolo de paz, ao apoio ao longo de todo o percurso por parte da GNR e dos Bombeiros, aos abastecimentos cheios de tudo, era bananas, laranjas, água com fartura, maçãs, pêras, e uma enorme simpatia de todos.
Adorei correr na Tapada de Mafra.
Nunca lá tinha estado, e esta organização conseguiu com este trail dar uma manhã em beleza, no meio da natureza, com um percurso bastante técnico, e com alguma dificuldade, o que é sempre desafiante.
Recordo que este trail teve um carácter solidário, aliás a inscrição era gratuita, os participantes tinham apenas que ajudar com bens essenciais para depois ser entregue em associações contra a violência no seio familiar.
E nós, o povo ajudou, e ajuda sempre quando é chamado a tal.
E isto a meu ver foi maravilhoso, e um pequeno abre olhos a muitas provas que andam por aí, que o povo paga e fica muito aquém das expectativas.
Foi a prova viva de que com muito pouco é possível dar muito.

Um Muito Obrigado a toda a Organização bem como voluntários.
Desejo de que iniciativas como esta continuem.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

# O outro lado do Piodão... #

Foi assim que dois pais viveram a espera de uma filha na meta do Piodão....

Quando começas-te a correr os pais não deixaram nunca de te acompanhar, mesmo não sendo fácil a espera depois da partida até à tua chegada.
O pai posiciona-se para tirar fotos, e eu ando de um lado para o outro vendo o melhor lugar para que te possa ver chegar e para que nos alcances melhor.

Durante este tempo de espera as horas não passam e os atletas que chegam à meta são mais que muitos, as heis que por vezes surge uma voz que diz " A piolha está bem! Ela vem já ai!", sossegamos o coração, até que no horizonte te avistamos. Lá vem a nossa tartaruguinha (ok mãe isto era desnecessário vá) com aquele sorriso que só ela sabe.

É um tormento até apareceres mas aquele sorriso é lindo e a tua corrida acaba sempre em bem.

Naquele véspera de Natal que tu dizes "Vamos ao Piodão, vou fazer um Trail de 21Km's!", eu pensei "ela está maluca".
Comecei a imaginar logo, aquelas montanhas enormes ...... Lá fomos.

No dia da prova, ao chegar ao hotel vemos muitos atletas, mas não muitos conhecidos. Aí olhei para o meu marido e pensei "vai enfrentar estas montanhas sozinha, sem ninguém para falar". Sabia que não ia ser fácil.

Despedi-mo-nos, estava a chegar a hora.
Antes da partida oiço que afinal não serão apenas 21km mas sim mais 2, seriam 23Km. Enquanto tento absorver esta informação é dada a partida e nem a consegui ver a partir, estava tão distraída com aquela questão de mais 2Km que não a vi!
Seja o que Deus quiser!!

Contorna-mos o Hotel e vimo-la a descer em direcção ao Piodão e com isto ela desaparece no meio das árvores.

Olhamos para o relógio e pensamos, bom daqui a 4 horas ela aparece, e como tínhamos tempo aproveitamos para passear pela vila do Piodão.


Durante este tempo perdemos a conta de quantas vezes olhámos para o relógio, quase demos em malucos.

Houve uma altura em que nos sentámos e recebemos uma sms da piolha "Ainda não parei de subir, mas estou bem. Beijos"
Aí ficámos um pouco em paz, se bem que eu só queria que o tempo passasse rápido.

Estava perto das 4 horas de prova e fomos andando para o Hotel.
Pelo caminho fomos encontrando vários atletas que já chegavam, estavam cansados mas felizes.
Fomos para a varanda do Hotel, pois daí tínhamos uma visão para toda a vila do Piodão, que seria de onde ela viria.
O meu marido começa a tirar fotos a vários atletas e eis que diz "Tu não imaginas de onde eles estão a vir... olha bem para o cimo deste monte!" .... olhei, e não é que vi, perto das eólicas os atletas a surgirem que nem passarinhos no pico daquele monte. Inacreditável!

E assim fomos esperando, olhando um para o outro e assim passou mais uma hora. Já estávamos nas 5 horas de prova e eu já tinha dado várias voltas ao hotel.
Eis que o meu marido me diz "Parece-me que vem lá uma amarelinha, bem lá no alto!"
Eu não conseguia já bem focar a vista dado o tempo que estive a olhar para lá, mas disse que sim que parecia ela.
E não é que era ela?!
Até chegar à meta faltava um pouco, eu gritava mas ela não me ouvia.

Assim que a filhota começa a subir para o Hotel eu não quis saber e fui ao encontro dela.
Nunca a tinha visto assim... quando chego ao pé dela, ela diz-me "Estou bem, mas não aguento mais!". Ainda tinha que subir uma grande escadaria a pique. As lágrimas caiam-lhe sem ela forçar, chorámos as duas e eu disse "Já fizeste tanto filha falta só um pouco, força!! O pai está lá em cima à espera!"

Fiquei tão feliz de a ver bem, cansada mas feliz!!!

Ela seguiu o seu caminho em direcção à meta!

Como pais sofremos, mas a filha alcançou uma meta muito difícil de alcançar.
Não desistiu e lá recebeu a sua casinha de xisto!

Amamos-te muito filha!Até à lua ir e voltar.

by Ana Feio (mãe da Piolha)

************************************************************************

Foi isto que lhe pedi.
Pedi-lhe que me relatasse aquilo que viveram à minha espera 5horas e 40min.
Foi isto que ela me relatou.


Beijinhos e Abraços
Sejam Felizes

domingo, 3 de maio de 2015

# Trail das Areias - O relato #

2 de Março de 2015

Avizinhava-se um Sábado não muito solarengo e não muito quente.
A par da Mostra de Artesanato de Alverca iria se realizar um encontro de amigos num trail para desfrutar.
O Trail das Areias.
Fiz o anúncio do mesmo aqui no blog um pouco em cima da hora, falha minha, mas ainda deu para uma amiga dos 4 ao Km aparecer :) Fiquei mesmo feliz.... Quem foi quem foi?! A nossa querida Corre como uma Menina!!!

9:30h e lá estava eu a chegar ao recinto onde iria ser feito o check in e a partida :)
Check in feito, hora de cumprimentar todo aquele pessoal amigo.

Só gente gira!!

Com os amigos da Frente ribeirinha da Póvoa!
10h foi dado um pequeno breefing da coisa e toca a meter corda nos sapatos que existem 17Km para palmilhar.... ups 18Km.... mas já lá vamos :)

Começámos calmos até porque haveria muito que subir e não valia a pena ir na pressa. Nos primeiros Km's eu e Marco tivemos a companhia da menina e do seu colega mas depois fomos nos separando :)

Pouco depois de nos separar-mos eu e o Marco temos a seguinte conversa:

Eu - Ohh Marco há já alguns metros que não vejo fitas!
Marco - Fica descansada, tenho a certeza que é por aqui!

Eu - Ohhh Marco de certeza?!
Marco - Claro que sim eu vi eles virem por aqui!

Passados uns bons metros chegamos ao cima de uma rampa e o Marco diz:

Marco - E agora?!
Eu olho para a esquerda e vejo pessoas já da caminhada a subir um outro trilho.

Eu - Bora tudo para trás uahhhhaahahah

Com pouco mais de 3Km perde-mo-nos.
Sem stress....

Toca a descer tudo e a voltar a subir mas neste caso do lado correcto :)

E lá fomos ultrapassando algumas pessoas da caminhada.

O percurso é quase sempre a subir e portanto sobre isso nada a dizer eheheh

Por volta dos 5Km mais ou menos, chegamos ao primeiro ponto, o moinho.

Tudo fine!!!! :)

Uma selfie com o moinho e siga para bingo...

Tiradas as devidas selfies da praxe, toca a seguir caminho que à muito a percorrer ainda.

Aqui consigo avistar a menina a chegar ao outro ponto, o ponto geodésico :)

Mas nós ainda tínhamos que descer e subir!

O calor (ninguém contava) fez-se sentir um pouco e isso complicou-me o sistema, mas tudo tranquilo, de vez em quando lá colocava água pela cara para refrescar.

E subimos, subimos, subimos.....

Existe sempre tempo para mais uma selfie eheh

Toca a subir!!!



E lá vemos a Liliana!!! :)


Sinal que chegamos ao marco geodésico!


Não íamos a contar, mas a Liliana tinha com ela uns copos de água que nos souberam muito bem.
E aqui tenho que louvar a organização, pois tiveram excelentes. Mas já lá vamos!! :) eheheh

Beber águinha, um bate boca, e como diz o meu amigo JJ "Bate boca dali, bate boca daqui e siga para bingo!!!" E nós seguimos. :)

E agora havia que descer novamente, e depois o quê?! Subir claro!!! :) ehehehe

A meio do caminho encontramos o Alexandre e o Ti Luis que seguiram connosco o resto do percurso. Aqui eles seguiram connosco pois tinham a indicação que eu e o Marco éramos os últimos. ( só para variar um pouco eheheheh )

O que interessa aqui é desfrutar e ser feliz!!

video


E lá fomos até ao "Obusué"!!! E o que é isto!? ahahhaahah é o nome que o Alexandre deu ao Marco geodésico que vos apresento...


É bonitinho não é!? ehehehe

Ao chegar-mos aqui o Rui que nos aguardava diz que não somos os últimos...
O quê?! Não?!?!?! UOUHHHHHHHHHH ahahahahah

VIVAAAA não sou a última!!! ahahahah
Daqui já só faltava ir ao último ponto e voltar tudo para trás!! :)

E lá fomos.

Aqui por esta altura passa por nós em modo foguete o primeiro classificado eheh :) Ahhh valente!

E chegamos ao pé do Nuno que estava estrategicamente colocado a obrigar-nos a subir ao último ponto e voltar para trás.

Os 4, Alexandre, Marco, piolha e Ti Luis!

No topo!


Agora é a descer uahahahaah
Para baixo o amigo Nuno veio connosco ....

Para quem pensa que descer é fácil engana-se ...
Que diga eu e o Nuno não é verdade?! uahahahaha

Houve uma descida, em que nos enganámos pois não era por ali, que era bem a pique!!! Eu feita mariquinhas parei já com quase todos a descer e fiz birra ahhahaah até que me sentei e fui assim :)
O Nuno não fez birra mas também pouco faltou ehehehehe :)

Quando estamos a descer vemos as colegas que eram as últimas mais lá à frente... ou seja, pelo facto de nos termos enganado lá foram mais uns metros...

Como estratégia ainda gritámos "BATOTEIRASSSSS!"
Mas elas qual quê!! uahahahaahh

:)

Chegámos perto delas e daí até ao fim fomos sempre juntos.

Pelo caminho de regresso fomos apanhando todas as fitas do caminho pois somos responsáveis e amigos do ambiente.

:)

Após 3h30 chegámos ao ponto de partida. Cansados mas felizes. :)

Obrigado a todos sem excepção, e aqui não vou enumerar nomes senão de certeza que me  esqueço de alguém. Obrigado a todos aqueles que tornaram este convívio possível.
Um especial Obrigado ao Lino pois é ele que leva isto para a frente e luta para que eventos como este sejam possíveis e com sucesso.

Este convívio apenas é possível porque um conjunto de pessoas se junta sem qualquer obrigação e organiza tudo isto. Apenas é possível porque dão tudo para que tudo seja um sucesso.

E foi, foi um evento nota 1000!!!

Obrigado Alveca Urban Runners por tornarem estes momentos possíveis.

OBRIGADO!



********************************************************************************

Agora apenas porque sinto um orgulho enorme em ser Portuguesa....


Sara Moreira conquistou hoje o 2º Lugar na Maratona de Praga!!!
Grande SARA!!!
Parabéns!!!!
E obrigado por levares o nosso nome bem alto!!!

P.s - Só é pena que a ida desta atleta à Maratona de Praga seja noticia apenas por ter sido afectada a sua ida pela greve da TAP!
LAMENTÁVEL!

Beijinhos e Abraços
Sejam felizes sempre!!