sábado, 30 de novembro de 2013

# Quando começas estoirada e acabas com força…. #



Estranho não é?!

Também acho.

Nos últimos treinos tenho reparado numa coisa que comecei a desconfiar na Corrida do Monge. Quando começo a correr vou cansada e com vontade de parar já na próxima “esquina”, mas á medida que os Km’s vão passando eu começo a soltar-me e lá vai ela a todo o gás.

Hoje então foi um desses dias… Começei os primeiros 2 Km’s com uma sensação de cansaço acumulado e vontade de parar de imediato, mas fui lutando e quando tive de parar porque tinha chegado ao destino ainda fui dar uma volta porque não queria de todo parar de correr.
Talvez porque hoje foram apenas 5Km e as minhas pernas estejam a pedir mais e mais, e se isso for então óptimo porque é mesmo isso que eu quero delas.

 
Bem, como já comuniquei aqui no post anterior, começaram os treinos para a Meia Maratona e como hoje o almoço era na avó juntei o útil ao agradável, fui a correr.
E como?!

Ora tinha duas hipóteses, ou ia pela estrada nacional que era mais directo, ou então ia pelos trilhos que tanto vos falo e aos quais me faço deslocar sempre que treino por aqui e seguia pelos montes até chegar a casa dela.

O que é que escolhi?!

Conseguem adivinhar?!

Vá tentem lá…. De um lado uma estrada enorme, sempre em frente, um pouco movimentada, e bastante directa em que fazia apenas 3Km… Do outro estão subidas, descidas, trilhos, paisagens bonitas…

Conseguiram?!?!

BOA!!!! Foi isso mesmo os trilhos!!! Ahahah

Ao todo fiz 5Km isto porque como não conhecia bem o caminho não me pus armada em exploradora, porque senão teria feito muitos mais. O que da próxima vez está-se mesmo a ver que é o que vai acontecer eheh

E não é que fiz vídeos?!?!

Ahhhhh e hoje não ficaram tortos, nem com voz esganiçada (acho eu), apenas um pouco a tremer ahah

video

video

Cheguei bem e não me perdi.
E o mais importante foi que adorei!!!

Amanhã é dia de esticar um pouco os Km’s mas vamos lá ver se consigo. Gostava de ir correr para Santa cruz porque é para lá que vou mas tudo depende do meu irmão. :)

Beijinhos e Abraços
Sejam felizes!!!

sábado, 23 de novembro de 2013

# Maratona.. como eu te vejo #



És uma menina de 42Km e mais uns pozinhos.

Àqueles que te substimam, tu não os perdoas.
Todos aqueles que te querem conquistar entregam-se a ti por inteiro.
Dedicam meses da sua vida a ti.
Passam momentos difíceis durante o processo de conquista mas também por momentos felizes.
Não tens dó por ninguém, nem tens coração mole.

És uma menina dura e com fibra.

Aqueles que te conquistam ficam orgulhosos, sentem-se realizados e com vontade de conquistar o mundo.

És uma menina difícil.

Só aqueles que realmente te querem conquistar se aventuram.
Conquistar-te é duro e é só para “Bravos”.
Todos ou quase todos os que têm amor pela corrida um dia te querem conquistar.

Mas eu sou diferente.

Gosto de ti, mas não te amo nem te quero conquistar por enquanto.
Podia sentir algum carinho por ti e alguma vontade de te querer conquistar, mas não sinto.
Não sonho contigo ainda.

Mas então se amo a corrida porque é que não sinto vontade de te querer?
Talvez o cupido ainda não nos queira juntar.

Quero conquistar outras coisas primeiro, desculpa mas é o que neste momento eu quero.
Quero conquistar a Meia.
Quero trilhar por todo lado.
Quero conquistar o sabor de correr sem tempos nem records.
Quero sentir o cheiro da natureza no seu auge.
Quero apenas sentir a corrida no seu mais puro prazer.
Quero saborear cada momento conquistado.
Quero correr com calma, e com pressa se me apetecer.
Quero correr porque sim e porque me apetece, e não porque tenho de te conquistar.

Talvez um dia sinta que te tenho de conquistar, mas não nos próximos tempos.

Não sonho contigo.

Sonho com a Meia.
Sonho com muitos trilhos.
Sonho com o prazer de correr.

Não sonho contigo.

Mas se um dia começar a sonhar, serei a primeira a admitir e a lutar por ti todos os dias.
Prometo ser-te fiel todos os dias e conquistar-te com tudo aquilo a que tens direito.
No dia em que te conquistar será memorável.
Por agora vais ter de viver sem mim.

É isto que sinto.
É assim que te vejo.

Espera por mim.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

# Fui FELIZ no Monge #


Acordas, colocas os pés no chão como fazes todas as manhãs e vais para te levantar numa acção tão banal que nem pensas. Quando assentas os pés no chão frio da madrugada apercebeste que não será um dia como os outros, será um dia pós prova em que estás toda partida

Lindo.
Levanto-me antes do despertador tocar, pois a ansiedade de um dia de prova apoderou-se de mim e eu dei por mim acordada 15 minutos antes da hora suposta.
Visto-me calmamente, tomo o meu pequeno almoço um pouco mais reforçado que o normal, pois nunca se sabe o que poderá acontecer e por conseguinte mais vale ir prevenida :)

8 Horas, muito bem são horas de nos pormos a caminho. Nós gostamos muito da zona
de Cascais, e quando vamos para essa zona optamos sempre por não apanhar auto-estrada e ir sempre a aproveitar a vista que a marginal nos proporciona. Por isso fomos sempre nas calmas até á Malveira da Serra.

                9 Horas, chegamos ao local da prova e ainda não vê muitos atletas. Ainda é cedo, sente-se a brisa fresca da manhã e que ar puro aquele. Dirijo-me ao local para levantar o meu dorsal e quando o recebo dou por mim sem alfinetes dama… OH MARTA!!!! Como é que é possível esqueceres-te de alfinetes? (já coloquei um conjunto de 4 alfinetes no carro, só para o caso… ), felizmente o meu Padrinho João Lima safou-me dessa. :)

Super felizes :)
                Vai chegando caras bem conhecidas e amigas, que fico sempre muito feliz por ver em provas. Um dedo de conversa aqui e ali, um xixizinho e puf a hora passa e quando damos por nós estão a chamar para nos dirigirmos ao local de partida. Nas provas que tenho feito senti sempre um “aconchego” demasiado originado pela presença de mais de 5 mil atletas, e nesta não senti pela primeira vez esse “aconchego” e soube-me muito bem :) Um tempo para dar mais uns dois dedos de conversa e solta-se o “tiro” da partida, ok chegou a hora.

                A partida foi dada num local a descer e logo a seguir vinha uma subida “dura” de uns 2 Km’s não quero enganar ninguém porque sinceramente eu ia mais concentrada em aproveitar ao máximo a prova do que estar preocupada em ver os Km’s. Mas sei que era muito a subir como se pode constatar na foto ahah

Vamos lá :)

Sempre a sorrir :)

:)
video
               
Um video da nossa partida :)

Partimos os 3 juntos (Eu, João e a Isa), mas a meio da subida deixei eles irem á vida deles pois eles têm outra pedalada que eu ainda não tenho eheh mas fiquei sempre de olho neles, andei sempre a vê-los e eles a mim. Arranjei dois companheiros na subida, um dizia-me que adorava estas provas, que tinha feito uma na zona do Gerês e que tinha amado e que esta lhe fazia lembrar essa prova. Nesta altura eu ia um pouco ofegante com a subida que me pus a imaginar a correr pelo Gerês (nunca lá fui mas já vi muitas fotos e faço uma imagem na minha cabeça de como poderá ser), o que me ajudou bastante a sério. O outro companheiro dizia que era da “pesada” já tinha a sua idade avançada (o que não parecia nada) mas que tinha ido á Corrida do Monge por nunca ter perdido uma e pelo facto de ser da Elite com muito gosto. Falando a sério éramos dos últimos nessa altura, íamos com 1Km mais ou menos e éramos dos últimos. Chegámos a uma altura em que não era tão a subir (mas era a subir) e eu ganhei força nas pernas (o que achava ser impossível) e tentei apanhar os meus padrinhos. Por volta do 3Km lá os apanhei porque entretanto eu andei uns metros e eles também. Sim, ali anda-se muito, quando dávamos por nós numa zona mais plana nem acreditávamos e então corríamos para matar saudades eheh

Nota-se bem o nosso espírito certo? :D
A partir do 3Km fomos sempre juntos até ao fim. Sempre a falar, com muito boa disposição e sempre a rir (quando dava ahahah).
É para descer? A gente desce :)
Por volta do 5Km mais ou menos começámos a descer, mas meus amigos, era a descer a sério. A descer que se colocássemos o pé em falso lá íamos nós a rebolar por ali a baixo ahah Eu adorei!!! :)
De vez em quando lá havia uns pés em falso e oi quase que íamos ao chão mas foi tudo falsos alarmes. Sim porque somos muito bons. :) Atrevo-me a dizer que quase parecíamos o Speedy Gonzalez tal era a habilidade a descer por ali abaixo, sim porque se fosse a descer por ali acima era muito diferente :)
Descemos, descemos, descemos e eis que a Isa nos avisa que mais á frente íamos ter uma “pequena” subida mas com uma elevada inclinação, “mas nada de grave”!! Fixem bem estas palavras da Isa!!! Ahahaha
Quando chegamos á subida sim era de uma elevada inclinação e lá fomos a amaranhar por ela :) mas tanto eu como o João pensamos ok é só isto.
Ahahahah

É para subir, então subimos :)

E subir! :)
Quase que era só!
Mais á frente mais subidas, eu e o João damos em rir!!!! A Isa é marota!!! :D
Mas vou-vos confessar uma coisa, deu-me um gozo subir que nem imaginam. Eu ao fim já nem sentia as pernas, já me doíam músculos que nem sabia da sua existência, mas tava a gozar á brava!!!

E subimos mais....

E mais .... ahaha

E mais.....

A nossa expressão corporal diz muito ahahaah :D
A partir do 10Km foi começar a descer até á meta, e eis que o João se vira e me pergunta “Qual é a sensação de passar os 10Km e continuares a correr?” ao qual a minha resposta foi “Estou cansada, mas estou feliz!”, e estava mesmo amigos. Quando demos a curva em que víamos a meta lá ao fundo e eu avistei os meus pais já ia com quase 12Km nas pernas. Não as sentia, sentia dores em todo lado, até as nádegas a abanarem me doíam (desculpem lá tanta informação mas é para vocês verem bem o meu “sofrimento” ehehheh), já íamos a “mexer as pernas” á 2 horas, já muita coisa tinha passado, mas se eu vos disser, que naquele momento tivesse que correr mais 1 ou dois Km’s eu corria e corria com muito prazer.
Quando avistei a meta lá ao fundo comecei a sentir uma coisa a vir ao de cima que foi por um triz que não deitei cá para fora, por pouco que não me desmanchei a chorar por aquela descida até á meta. Senti um enorme prazer, uma satisfação enorme por ter conseguido, senti algo que por mais que tente não consigo explicar por palavras. Senti aquilo que sente quando nos colocamos a fazer aquilo que julgamos impossível ou aquilo que um dia nunca pensaste fazer.

Lá vimos nós lançados :)

:)

Esta foto fala por si!!! :)
Gostava que toda a gente sentisse aquilo que eu senti na Corrida do Monge uma vez na vida. E não precisa de ir correr para o Monte ou de ir correr para uma estrada, só precisa de se colocar a fazer uma coisa que diz que não iria conseguir. Em vez de dizerem “eu não consigo” tentem fazer. A sensação que sentimos no fim de a termos conseguido fazer, é impagável e memorável! É algo que o dinheiro não pode pagar, que ninguém te pode dar, que ninguém te pode mostrar. É algo que só tu podes mostrar a ti próprio. É algo que só pode sair de ti!

video
Portanto, deixo aqui um aviso:

ATREVAM-SE!

É tão bom viver!

É bom ir mais além!

Saiam de casa e façam aquilo que acham louco!

Sejam loucos!

Sejam FELIZES!!!

EU FUI FELIZ NO MONGE!


FELIZ

domingo, 17 de novembro de 2013

# Corrida do Monge #

Hoje e como ainda consigo mexer os dedinhos fico por breves palavras.
Amei a Corrida do Monge, Amei andar nos trilhos, Amei tudo!!!
Quando cheguei á partida doía-me tudo, doía-me musculos que nem sabia que existiam ahah mas cheguei viva e mais importante que isso FELIZ!!!

Antes da partida... Felizes como se vê :)
Obtive o meu record distância, 12Km e obtive o máximo de tempo alguma vez feito em prova 2horas a mexer as perninhas. Nunca tal tinha feito, mais que 1h30 a "mexer-me". Foi uma sensação óptima e uma certeza que se fui capaz de percorrer 12Km em trilhos (não sempre a correr como é óbvio, maioritariamente a andar) sou capaz de percorrer 12 ou mais um ou dois em estrada. Por isso no próximo fim de semana vai haver um treino para ver até onde consigo correr :)

Durante estes dias estejam atentos que irá sair o relato :)

Beijinhos e façam o favor de aproveitar a vida :)
Ahhhhh e para o ano façam esta prova... VALE A PENA! :)


sexta-feira, 15 de novembro de 2013

# Vontade de comer ou comer com prazer?! #



O que fazer quando o prazer de comer é tão ou maior que não resistimos áquilo que nos faz criar água na boca?!
O que fazer quando o nosso verdadeiro “problema” é gostar de nos sentarmos a uma mesa com um bom aperitivo e uma boa companhia.

O que fazer quando vais na rua e olhas para a montra da pastelaria e vislumbras aquele pastel de nata a luzir e a chamar por ti?!

Estes estavam no ponto :)
O que fazer quando estás a comer a tua salada e olhas em volta e vês tudo aquilo que comias antes sem olhar a meios nem medidas?!
O que fazer quando gostas daqueles bolinhos feitos pela mãe que tem o dom da doçaria?!

É mesmo de autoria de Sra. minha mãe :)

Se vocês provassem esta iguaria... raptavam-na :)
O que fazer quando te apetece comer aquele hamburger cheio de calorias, colesterol e sei lá mais o quê mas que é bom de ir ao céu e voltar?!

Faz mal, e não quero saber como é feito. Mas eu gosto!! :)
O que fazer quando ao Domingo vais ao moinho buscar pão feito na hora e ele vem quente de nem lhe conseguir pegar e só pensar que ele era bom era com manteiguinha!

Quentinho com manteiguinha numa manhã de inverno, é o melhor da vida :)
O que fazer quando o que te apetece mesmo em vez da maçã a meio da tarde era uma bela de uma tablete de chocolate milka?!
O meu preferido :)
O que fazer quando vais a casa do avó e ele tem lá toda a variedade de queijinhos, chouriço e presunto prontos a serem servidos e degustados?!

Queijinho de nisa é pouco bom é :)
O que fazer quando gostas mesmo é de comer coisas boas?!
O que fazer?!
Nem eu sei o que fazer…. Só sei que há meses atrás tudo isso me fazia confusão, e agora olho para tudo isso não com olhar de gula mas com olhar de “É bom, mas não uma prioridade!”.
E hoje quando me dou a comer uma dessas coisas, sinto ainda mais o prazer de a comer e há meses atrás comia e não sentia tal prazer. Hoje como tudo isto com prazer e degustação, e sabe tão bem!!
Há coisas que custam…. Mas que valem a pena :)

(Peço desculpa por tais imagens mas não posso ter estas tentações todas e sofrer sozinha :) )
eheheheh

E depois de olhar a tanta caloria junta, é tempo de olhar em frente e o meu em frente vislumbra um Domingo que me parece que será um Domingo EXCELENTE!
Vem aí a Corrida do Monge. :)
Estou super ansiosa e com grandes expectativas :)
Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial ao Fernando Varela do blog Corro, Logo Existo, que teve a amabilidade de escrever um pequeno texto sobre mim desejando-me boa sorte para Domingo. Muito obrigada Fernando mais uma vez.

E portanto a quem for no Domingo isto é um ATÈ JÀ!!! :D

Aos restantes, mantenham-se em "linha" pois no Domingo sairá "relato"!!!!

Beijinhos e abraços
Sejam Felizes!