domingo, 29 de março de 2015

# Aquilo que sentes quando te superas... Piodão #

Consegui escrever o título deste relato em 5seg.... agora, estou aqui há mais de 10min a tentar começar... e não consigo.
Quero contar tudo e não quero contar nada.
Apetece-me dizer-vos tudo, mas ao mesmo tempo julgo que não consigo dizer nada.

********************************************************************************

Tudo começa na Sexta - Feira, sou uma menina da cidade, nunca fui ao norte e a montanha que provavelmente mais alta que vi foi a de Sinta.
Chegamos a Góis, paramos para esticar as pernas.



Gostei muito de conhecer Góis.

Avançamos e a meio do caminho nunca me irei esquecer daquele momento.
O carro começa a fazer a curva e avista-se enormes serras.... enormes... tudo à volta é serra....e eu solto um UOUUUUUUUUUUHHHHHHHHHHHHH

Eu sabia que havia muita serra, mas nunca conseguimos imaginar a realidade.
Até chegar ao Piodão acho que não consegui grunhir mais nada a não ser UOUHHHHHHHHHHHHHH

Andamos, andamos, andamos e eis que lá em baixo avista-se o Piodão....


E aqui se eu estava com medo, a coisa piora :)
Mão era bem medo, era respeito e a certeza que não me tinha preparado para aquilo.
Treinei, certo. Mas não treinei aquilo!!!!
Aquelas serras todas.... aqueles vales enormes..... aquela estrada que mete respeito.... Fiquei sem ar.

Chegamos ao Piodão às 17h em ponto e quando entramos no Inatel para ir levantar dorsal dizem que houve atraso mas que mais 20min e a organização está já aí.

Sem stress...

Optei por ir levantar o dorsal na véspera porque ia com tempo, e além disso ia ficar a dormir a 30min do local da prova, por isso queria não ter stresses na manhã da prova, já bastava o friozinho na barriga.


A organização lá aparece e o dorsal fica levantado.
Siga para o hotel.

Entramos no quarto, abrimos a janela e....






Certo, mais uma vez o que foi que eu disse?! UOUHHHHHHHHHHHHHHHHHH
:)

Hora de jantar e toca a descer para ir comer uma sopinha, uma fruta e cama.

*******************************************************************************

Dia da Prova!

Acordo, estico o corpo, ida ao wc, vestir, descer para comer, e sair.
8h chegamos ao Piodão.
Para onde quer que olhemos só se avista atletas.
Uns tranquilos, outros a meter gel para a "veia" eheh outros a rir, outros em silêncio, outros queixam-se que não trouxeram o Picalm e o amigo tranquiliza logo dizendo que aquilo é treta dele e que não lhe dói nada LOL... uns com bastões, ténis supersónicos, relógios de última geração, equipamento a rigor, e outros apenas com uma t-shirt e uns calções.
Mas julgo que todos tinham este pensamento "Quero "vencer-me"!

Era o meu pensamento.
Olhei uma última vez em volta.
Analisei que me sentia pequenina no meio daquela imensidão toda.
Sentia respeito.


A prova partia ás 9:15h, os do Ultra já tinham ido e a mim ás 9:00h deu-me o xixi do medo.
Fui para a casa de banho.... e o que é habitual encontrar?
FILA!!!!!
Horrenda!
Quando penso em desistir, aparece um senhor da organização a dizer que havia um wc mas era longe, na piscina... eu corro.... é um aquecimento.
9:10h sigo para o controlo e entro na zona da partida.
A partida a ser dada está com atraso de 3 minutos.
Olho em volta... fico nervosa... começo a analisar as unhas... ahhhhhhhhhhhh duas lascadas!! O quê?!
Pára tudo!!!! Tenho duas unhas lascadas... e entretanto o speaker diz que a prova vai ser mais longa... esqueço as unhas e penso "vais bater o teu record de distância numa prova de trail"!!
E PIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
Siga!!!




Muitas são as conversas em volta... oiço todas e não oiço nenhuma... sigo atenta ás fitas...
Sabia que a primeira parte do percurso (5km iniciais) seriam bem corríveis... tentei aproveitar.


Vamos lá pessoal, sigam-me ehehhee :)



Aqui nos 5Km's tudo foi bem tranquilo, umas subidas mas nada de preocupante, o que me preocupava mesmo é que estávamos a descer imenso... e eu sabia que as subidas iam aparecer... nesta altura não tinha era a noção.

Vinha uma senhora atrás de mim desde que saímos da aldeia e decidi meter conversa. Chamava-se Rosarinho e admitiu que não era grande corredora. Disse que isso não era o mais importante. Pensei cá para comigo, se a Rosarinho não é grande corredora, o que serei eu.
Ouve uma certa altura antes das grandes subidas que deixei de ver a Rosarinho...




Parti sozinha por alguns instantes e depois colei-me tipo emplastro a um casal.
Não trocámos muita conversa, mas tentei até ao máximo nunca os perder de vista.

Surge o 1º abastecimento. Já não levava água comigo, e ia a comer uma barra de amêndoa... enchi a minha mochila, e tirei duas bolachinhas maria.
Segui caminho.

Toca de subir mais escadas e entretanto deparo-me com uma parede autêntica... eu explico melhor... era uma Serra.. enorme... em que eu só depois de estar a subir um bom bocado é que me apercebi que ia subir aquele monte todo!!!
Até me aperceber o que eu dizia para mim era " não, não podemos subir isto... é impossível".

Helloooo acordaaaaaa, olha bem com atenção...

Parei e olhei bem para o meio do monte.... e reparo numas camisolas fluorescentes.....
Ahhhhhhhhhhhhh vou mesmo subir...


És mesmo uma inexperiente!!! eheheeheh
É óbvio que era para subir!!!!!

Respiro fundo e toca a subir.
A subida durou dos 7Km aos 10Km...

Aquele caminho de curvas que vêm do lado esquerdo da foto foi o que tivemos que subir...
Ao chegar lá acima olho em volta e sinto tonturas.
Julgo que nunca tinha estado tão alto em toda a minha vida.
O meu coração dispara... começo a sentir ele muito acelerado, mas o estranho é que não estou cansada, não é do cansaço, é mesmo do ar puro de tão puro que é.
Fiquei ali uns 2minutos a apreciar a paisagem.
Era avassalador.
Era esmagador.
Era um silêncio insurdecedor.

Pela primeira vez na vida, senti-me uma formiga no meio de tanta natureza.

Olhei para onde seguia caminho e havia héolicas... aos montes...e eu ia passar junto delas... Agora era a direito e ligeiramente a descer... bora Piolha, ganha vantagem agora...

Vejo uma atleta lá bem longe e decido tentar apanhá-la.



Aqui nascia o Rio Ceira! :)

Eu e o Rio Ceira


Aqui já estava bem perto da atleta!!! :)
Consegui chegar perto da atleta... mas ela ia com um joelho bastante maltratado. Tinha uma lesão e em vez de pelo menos levar uma joelheira, nada.... resultado tinha um joelho super inchado.
Íamos com 12Km e disse-lhe que íamos devagar até ao abastecimento para ela tratar daquilo, pelo menos colocar gelo.
Sei que perdi imenso tempo resolvendo ir com ela... era a descer e eu sentia-me bem, mas por outro lado não me apetecia ir sozinha, e a conversa estava-me a fazer bem.
Afinal de contas o tempo não era muito importante.... o que queria mesmo era chegar ao fim FELIZ.

De tão devagar que vamos as atletas que vinham com a vassoura conseguiram apanhar-nos e fomos todas até ao abastecimento juntas na galhofa.

Abastecimento dos 15Km apenas com alguns gomos de laranja e uns pedaços de banana.. hummm....
Reabasteço-me de água e como um gomo de laranja e um pedaço de banana.
Decido seguir viajem não gosto de ficar muito tempo parada.

Segui sozinha mas fui a andar pois era a subir...
Logo logo a colega do joelho inchado (epah acreditam que não trocámos os nomes?! lool) chega bem perto e espero por ela.
Vinha com gelo, mas vinha bem queixosa.

Seguimos caminho.
A subir, e esta seria então a 1ª parte da 2ª subida e última.
Esta subida durou dos 15Km até aos 20Km.
E esta sim deu cabo de mim.
Fui obrigada a descansar algumas vezes a meio da subida, subida essa que fiz quase sempre de mãos no chão e rabo espetado.
Não havia volta a dar.
Ainda por cima era piso de xisto partido que um pé em falso vínhamos a rebolar ahahhhahah

E já notaram que não coloco fotos?! ahahhaah já não conseguia sequer tirar o telemóvel da bolsa... estava demais preocupada com a subida.

Aos 20Km e bem lá no cimo apanhamos outro abastecimento, por acaso com este não contava, mas soube bem. Voltei a reabastecer a mochila e comi novamente laranja e banana.

Foi aqui que segui com a simpática Ana do Correr na Cidade, e fomos juntas até ao final sempre na galhofa e em plena troca de experiências!

Aqui tivemos que deixar a atleta lesionada do joelho pois ela já ia bem devagar e como agora era a descer, bom ia custar mais.

Bom, digo que a 2ª subida, foi a pior de todas, mas dos 20Km até à meta, foi um tormento.
Uma parede para descer com pedaços de xisto soltos.... quando pensamos que vem aí descidas e que vamos dar o máximo, alto aí!!! eheheh

Começamos a descer e passado alguns minutos avistamos ao longe a meta. Nós bem cá em cima e a meta bem lá ao longe em baixo!!! Damos um grito!!!! :)

Aqui não sabia, mas o pai já me via com a sua objectiva!!
E descemos, descemos, descemos...... eis que às tantas digo que já deixei de sentir as pernas e que sinto que a qualquer momento irei cair por não as sentir.

A Ana saca de sal da mala e oferece-me. Mete um pedaço na boca e vais ver que te sentes melhor.
E senti.







A Ana vinha melhor que eu e na subida até ao Inatel seguiu... eu já não conseguia ... tive que parar algumas vezes nas escadas... infinitas!

Olho em cima e vejo bem lá longe um pirilampo de braços no ar....
Conheço aquele esbracejar....
MÃE!! Claro!!!


E lembram-se da Rosarinho!?!!?! eheheh Apanho-a aqui!! Nesta subida para o Inatel... :)

E aqui começa a cair a ficha... faltavam 700metros para chegar à meta.... paro e olho para trás.
As pernas tremem... não de me sentir mal ou com falta de algo, mas de esforço... de fadiga... algo que nunca tinha sentido...
Olho para cima e vejo montes de atletas já de banho tomado a dar força ao longo das escadas.
Escadas estas que parecem intermináveis.

As lágrimas correm-me pela cara abaixo.
Subo, choro, dou gargalhadas....




A seguir a este lance de escadas havia mais, mas aqui estava a minha mãe, abracei-a com toda a força que ainda tinha e chorei, e ri, e não falei nada, apenas disse " CONSEGUI!"

Por fim os lances terminaram e chego a 100 metros da meta.
Um atleta com uma grande casinha de xisto, deduzo que tenha sido um dos do pódio, que me disse "Força, e não tenhas vergonha de nada, és valente, e não te preocupes eu também fiz a recta da meta a andar!".

Não, não vou cortar a meta a andar.
:)
E corri.... devagar... mas corri...




Eu até podia explicar aquilo que senti ao cruzar a meta.... mas não consigo.

Foi uma prova de dureza extrema, em momento algum duvidei que iria cortar a meta, e em momento algum duvidei que iria conseguir.

Se pensei em desistir!? Por incrível que pareça NUNCA!
E aqui podia estar a ser correcta na resposta que dou, mas é a mais pura verdade.

Apesar daquilo que foi esta prova, nunca e em momento algum pensei em deitar a toalha ao chão.

Fui ali para me vencer, e era isso que tinha de fazer.

Aquilo que senti ao me superar desta forma foi avassalador e esmagador como aquela Serra.

Foi tudo tão intenso e tão forte.
Ainda estou a digerir tudo aquilo que fiz e que vivi.

Consegui.
23Km em 5h46min...

Fui Feliz no Piodão!


28 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito obrigada Alcides!!! Grande guerreiro também!!! :) Beijinhos

      Eliminar
  2. Também nunca duvidei que conseguisses! És de fibra, Piolha, isso já se percebeu há muito...
    Conseguiste emocionar-me. Pela primeira vez emocionei-me a ler a chegada à meta. Parecia que estava lá!...
    Muitos parabéns sua valentona!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh minha querida amiga.
      Sei que nunca duvidaste e deste sempre aquela forcinha!!
      Muito obrigada pelas doces palavras :)
      Um grande beijinho

      Eliminar
  3. A tua felicidade no Piodão começou no dia em que fizeste a inscrição.
    Fiquei tremendamente emocionado ao ler o teu relato e ao ver aquelas 3 fotos antes das fotos da meta. Muito obrigado por partilhares a tua experiência. "Fazer" esta prova através dos teus olhos é um privilégio.
    Já o disse antes e não me canso de o repetir: és um exemplo para todos! Agora é mostrar isto ao cão que te mordeu na 4a feira para ele ver quem é que manda! :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, a minha felicidade começou no dia em que me inscrevi nesta prova, seno que a concretização dessa felicidade apenas se deu quando cruzei a meta.

      Essas 3 fotos que falas foi o momento mais emocionante em toda a prova. Muitos atletas a bater palmas, a mãe em frente e todo o esforço de quase 6h a descarrilar :)

      Ora essa, todos nós somos um exemplo e todos nós temos uma lição para cada um de nós. :)
      ahahah ontem fui ver o cão e ele estava preso!!!!

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Àhh Piolha valente!!!! Muitos parabéns pela enorme superação e muito obrigado por este relato tão emocionante e sentido (senti a tua prova :) )... conheço muito boa gente que deveria por o olho neste teu texto, para ver se ganham coragem em dar o próximo passo...és um exemplo!!! Acho que foi desta que foste definitivamente "ferrada" pelo bichinho do trail :):):):)
    Beijinhos, recupera bem e desfruta do feito conseguido.

    P.S. Ó Piolha Valente, já alteraste a tua inscrição do Douro e Paiva para os 30km???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fiquei ferrada pelo bichinho?!?!?!! Já não largo o calendário de trail para me inscrever em mais umas ahhhaahahahah
      E mais grave ainda é que já só olho para as que têm mais de 20Km!!! :) eheheheh

      Caro amigo no douro não vai dar pois vou com um amigo e olha que o desnivel dos 30Km ainda me metem respeitinho!! :) ehehehehe

      Agora vamos aqui falar de uma coisa...
      que empeno é este mãe do céu!!!!!!!!!!!
      Escadas para descer!?!??! UIIIIIIIIIIIIIIIIII :P eheheheheheh

      Eliminar
  5. Já me "desfizeste" com este teu relato!

    MUITOS E MUITOS PARABÉNS, VALENTE MARTA!!! Grande orgulho!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Padrinho!
      Pensei muito em ti e em todos os 4 ao Km ao longo de toda a prova. :)
      Um grande beijinho

      Eliminar
  6. Espetacular Marta :) Adoro estes textos. E o melhor de tudo é que podia estar a ler um texto sobre uma ultra de 50, 100km ou 100 milhas! O que realmente interessa é mesmo a superação pessoal, e isso ninguém te tira. Muito, muitos parabéns pela tua conquista, valeu a pena o esforço todo! Até a mordidela do canito ehehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Filipe!!!!
      Foi uma superação e tanto!!! :) Para o ano não devias perder esta prova !!! Aconselho-te e olha que não fiz os 50Km!!!!
      Não te irás arrepender!!! :)

      A mordidela do canito foi a ver se eu vacilava!!! :D eehheeheh

      Eliminar
  7. Muitos Parabéns Marta,

    Que conquista fantástica, lutaste imenso e conseguiste.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada João!!! :)
      Beijinos e força para PAris!!!!!!!!!!!

      Eliminar
  8. Muito bom, adorei ler este relato!

    Parabéns pela tua superação dos limites!

    Boa recuperação ;)

    ResponderEliminar
  9. Sem palavras, és uma valente, muitos parabéns !!!!!

    ResponderEliminar
  10. Mais uma vez e porque nunca é demais, PARABÉNS AMIGA!!!
    CONSEGUISTE!
    Grande superação, grande força!

    Olha o rio Ceira! Conheço bem a zona e desde que fui lá com o Vitor ainda vim de lá mais apaixonada. É uma zona linda, linda, linda. Para o ano quero ver se não perco esta prova!

    Fantástico Marta! Venham as próximas!

    Beijinhos enormes duma madrinha babada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos todos para o ano!!!! :) Quero lá voltar!!! :D Fiquei deslumbrada!!

      Foste a primeira pessoa que me ocorreu logo ligar assim que me sentei depois de cortar a meta.
      Ao longo do percurso pensei muito em vocês dois e em como iam adorar aquele trail!!

      As próximas, já ando a ver ehheheh

      :)

      Muito obrigada sempre pela força e por acreditares sempre em mim!!!
      Beijinhos enormes

      Eliminar
  11. Rapariga não tenho palavras!
    Conheço e amo essa serra como sabes!
    É talvez dos relatos de provas em que eu mais me sinta por dentro....
    Sabes corri em prova pela última no Piodão no dia em que fiz 39 anos (depois disso ainda lá voltei e treinei).
    Foste fantástica, grande, enorme.
    Passar da realidade dos teus treinos para o Piodão é um salto gigantesco
    Agora és uma verdadeira corredor de trail!
    PARABÉNS!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixaste-me emocionada com tão singelas palavras!!!
      Enorme respeito tenho eu por ti que sei que adoras aquelas serras e pensei muito em ti ao longo daquelas quase 6h!!
      De como irias adorar voltar a estar ali, naqueles trilhos!!
      Fiquei absolutamente apaixonada!! :)

      Muito obrigada por sempre acreditares em mim.
      Um grande beijinho

      Eliminar
  12. Martinha, muitos parabéns!!!
    Ainda estive de manhã lá no bar do Inatel a ver se te via. Chegaste a tempo de ver a partida da Ultra?
    Foi uma prova bem durinha, foi uma superação ENORME! Aqueles "Ss" da subida inicial NUNCA mais acabavam, por não?? :)
    Beijinhos grandes e boa recuperação! (Que tal esse empeno? ;) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oraaaaa eu ainda dei voltas a ver se te via mas nada... e não tinha a certeza se tinhas ido ou não. Depois só soube que tinhas realmente ido quando o João me disse.
      Sim vi a vossa partida, eu cheguei ainda eram 8h30 ehheh :)

      hahahaahahah o que era aqueles Sss ahahhahhah fiquei maluca quando me apercebi que tinha de subir aquilo tudoooo ahhaahahah :)

      E vocês passaram por Foz d'égua não passaram?!!? Aquilo é tão lindo!!! Fui lá na manhã seguinte para visitar :)

      Empeno ahahahahahahaha
      Sabes aquele momento em que descobres que o caminho casa-trabalho-faculdade-casa tem muitas escadas!? Exacto!!!!
      Descer, só agarrada a um corrimão ou senão muito lentamente ,... e subir é o mesmo ahahhahah

      Hoje já não sinto quase nada :)

      Mas já ando a planear mais trail's!!! :D

      Beijinhos
      p.s. temos mesmo de combinar uma ida a monsanto!! eeheh

      Eliminar
  13. Ah mas que relato tão bom Marta!! Parabéns por esta aventura, por esse sentimento indescritível de nos sentirmos pequenos e surpreendidos por nós próprios. Este género de superação pessoal faz-nos compreender o quão pequenos e enormes conseguimos ser, tudo isto ao mesmo tempo não é? Não sabia que tinhas partilhado parte da tua experiência com a Ana, foste bem acompanhada! ;)
    Ainda não foi desta que me fiz aos trilhos do Piodão... fica uma inveja boa por todas as palavras que leio e ouço por aqui e por ali... mas quando for irei lembrar-me de ti, da tua historia e espero ser igualmente feliz. Beijo enorme e continua!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente um misto de sensações inexplicáveis... queria explicar tudo mas é impossível... há coisas que nunca irei conseguir expressar por palavras...
      Aquilo que senti ao longo daquelas subidas, escadas intermináveis, é algo indescritível..

      Fui com a Ana desde o último abastecimento... e foi uma companhia espectacular!!
      Ela é fantástica!! :)
      Gostei muito de a conhecer!!

      Para o Ano não percas!!! Vai!! Vais adorar e vais-te apaixonar tal como eu me apaixonei!!!
      É duro!! Mas vale tudo a pena!! :)

      Um beijinho enorme e obrigada pelas doces palavras :)

      Eliminar
  14. Lindo relato !
    Sentido.
    Puro e simples.
    Muitos parabens.

    Boa recuperação...
    ...e força nesses trails , o nosso país está cheio de serras e montanhas fantásticas para conhecer e correr por elas. :)

    Muita força.
    ajb

    ResponderEliminar
  15. Parabéns Marta!
    Gostei de ler sobre o grande desafio vencido!
    Continua que vais ainda mais longe.

    Beijinhos

    ResponderEliminar